cidade inteligente

Cidade inteligente: como a tecnologia ajuda na segurança pública?

O conceito de cidade inteligente — ou Smart Cities — surgiu na década de 90, e seu principal objetivo é utilizar a tecnologia da informação e comunicação com a finalidade de gerenciar recursos e infraestrutura urbana, de modo a garantir melhor qualidade de vida a seus cidadãos.

Para que uma cidade seja considerada inteligente, é preciso que ela atenda a alguns critérios específicos, responsáveis por determinar seu nível de inteligência. A seguir, mostraremos quais são esses critérios, bem como quais são os benefícios para a segurança pública e residencial. Acompanhe a leitura!

Saiba quais são os critérios para a definição de cidade inteligente

Segundo a edição de 2019 do Índice de Cidades em Movimento da IESE, a cidade do Rio de Janeiro é a melhor brasileira no ranking das mais inteligentes do mundo, ocupando a 128ª posição — seguida por Brasília (130ª) e São Paulo (132ª).

Para medir o índice de inteligência de uma localidade, são avaliados diversos fatores sociais e econômicos que permitem que a cidade promova uma boa qualidade de vida a seus moradores, entre eles:

  • capital humano;
  • coesão social;
  • economia;
  • gestão pública;
  • governança;
  • meio ambiente;
  • mobilidade e transporte;
  • planejamento urbano;
  • alcance internacional;
  • tecnologia.

A preocupação da cidade com questões referentes ao meio ambiente, como a utilização de telhados solares e o investimento em energia solar e sustentabilidade, também são fatores que contribuem para aumentar sua classificação. Isso porque demonstram o seu comprometimento com a realização de projetos sustentáveis.

Conheça os benefícios para a segurança pública e residencial

O uso da tecnologia é essencial para que uma cidade seja considerada inteligente. Sua utilização proporciona uma série de benefícios para a segurança pública e residencial em diversos aspectos.

Oferece energia inteligente

Uma das possibilidades da tecnologia é oferecer energia de maneira inteligente. Conforme um projeto apresentado pela Copel — Companhia de Energia Elétrica do Paraná —, implantado na cidade de Ipiranga, é possível automatizar a medição do consumo por meio da troca dos medidores comuns por outros que são inteligentes.

Além de proporcionar um serviço com maior precisão e eficiência, o projeto também traz mais segurança à população, pois evita a necessidade da exposição do relógio de luz, de modo que os moradores não correm o risco de serem abordados por pessoas que se fazem passar por funcionários das empresas de energia elétrica.

Melhora a infraestrutura

A melhora na infraestrutura da cidade é outra conquista adquirida pelo uso da tecnologia. Um exemplo são os benefícios proporcionados pelo investimento em fatores como a mobilidade urbana, com a utilização de semáforos inteligentes.

Além disso, todas as informações coletadas pela cidade podem ser utilizadas em forma de dados inteligentes, servindo como base para ações futuras a serem tomadas pela gestão pública para garantir a segurança da população.

Oferece novas alternativas de segurança

A tecnologia é uma grande aliada no setor de segurança pública e residencial. Um exemplo é a utilização da câmera speed dome da Intelbras, que, por sua alta tecnologia, tem o alcance de até 250 metros, além de contar com um potente infravermelho e zoom óptico, sendo capaz de identificar pessoas com uma excelente resolução de imagem.

A utilização de câmeras de segurança inteligentes é essencial para ajudar a combater o alto índice de criminalidade e trazer mais segurança para os cidadãos.

Veja o que podemos esperar para o futuro

Cada vez mais a tecnologia faz parte da rotina da sociedade, e a tendência é que a cada dia as pessoas, as empresas e os governos busquem formas de investir em um modelo que, além de trazer os benefícios necessários para melhorar a qualidade de vida, seja benéfico para o meio ambiente como um todo.

Com base nos critérios para classificar o que é uma cidade inteligente e a posição que o Brasil ocupa no ranking mundial, percebemos que ainda há muito o que fazer. Entretanto, muitas cidades brasileiras já podem contar com os inúmeros benefícios que esse investimento proporciona a seus moradores, inclusive no setor de segurança pública.

Gostou do nosso conteúdo sobre cidades inteligentes? Então, aproveite e veja este artigo sobre como garantir a segurança em condomínios!

Plugmais Distribuidora

O blog da Plugmais Distribuidora está cheio de conteúdos de produtos de segurança eletrônica, redes e telecomunicação. Aprenda a agregar valor a sua venda.

Sem comentários

Cancelar